logo colégio cie

Competências socioemocionais: como elas impactam o aluno?

Alunos do Ensino Fundamental do Anglo Chácara

Na sociedade contemporânea, desenvolver habilidades como criatividade, empatia, pensamento crítico, resiliência, comunicação, autoconhecimento, inteligência emocional, entre outras, é fundamental para o bom convívio social e para se destacar no mercado de trabalho. Por isso, o processo de aprendizagem no ambiente escolar deve desenvolver as competências socioemocionais dos alunos para preparar cidadãos bem-sucedidos.

Entenda qual é a importância das competências socioemocionais e como elas impactam o aluno, quais são as habilidades exigidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e como as práticas pedagógicas estimulam essas competências nos estudantes. Confira agora!

Qual é a importância das competências socioemocionais

Desenvolver competências socioemocionais é de extrema importância para o crescimento e o bem-estar do ser humano. Afinal, é por meio dessas habilidades que uma pessoa é capaz de resolver problemas, se relacionar com outros e com o meio, conhecer e entender a si mesmo, etc. Além disso, o mercado de trabalho cada vez mais exige profissionais com capacidades socioemocionais além de intelectuais.

Por isso, estimular as competências socioemocionais nas crianças e nos adolescentes é muito importante para o próprio desenvolvimento do indivíduo, uma vez que oferecem diversos benefícios como otimização no aprendizado, melhora no relacionamento com os pais e responsáveis, maior autocontrole, compreensão das próprias emoções, mais empatia, melhor consciência social, e ainda muitos outros benefícios importantes tanto para o momento presente quanto para o futuro do estudante.

As competências socioemocionais segundo a BNCC

A Base Nacional Comum Curricular é um documento que serve como referência obrigatória para a elaboração dos currículos escolares e propostas pedagógicas da Educação Básica de todas as escolas do Brasil, tanto particulares quanto públicas. 

Justamente pela grande importância das competências socioemocionais para as crianças e os adolescentes, a BNCC orienta que os colégios incluam em suas práticas pedagógicas atividades que estimulem competências gerais que envolvam habilidades práticas, cognitivas e socioemocionais. Conheça, agora, algumas das competências socioemocionais segundo a BNCC.

Curiosidade intelectual

O colégio deve incentivar a curiosidade intelectual e adotar em seu processo de ensino e aprendizagem a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, estimulando a capacidade de resolver problemas e criar soluções.

Uso de diferentes linguagens

O estudante deve ser capaz de utilizar diferentes linguagens (verbal, corporal, visual, sonora e digital), assim como os conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e comunicar experiências, ideias e sentimentos.

Valorização da diversidade de saberes

É importante que o aluno seja estimulado a valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais para entender as relações próprias do mundo do trabalho e para fazer escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto de vida, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade.

Argumentação com base em fatos

Uma competência fundamental é a capacidade de argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, de modo a formular, negociar e defender ideias com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.

Autoconhecimento e autocuidado

O colégio deve estimular o aluno a compreender a diversidade humana e reconhecer as suas emoções e as dos outros para se conhecer, apreciar-se e cuidar da própria saúde física e emocional.

Respeito

É necessário exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos.

Autonomia

O aluno deve saber agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

Essas são algumas das competências gerais orientadas pela BNCC que englobam habilidades práticas, cognitivas e socioemocionais para atender demandas complexas da vida cotidiana, do pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho.

Como as práticas pedagógicas estimulam as competências socioemocionais

Para que o estudante desenvolva as competências socioemocionais descritas na BNCC, o colégio precisa de uma equipe pedagógica preparada para elaborar e aplicar diversas atividades no ambiente escolar para estimular tais habilidades nos alunos. Alguns exemplos são práticas lúdicas, rodas de conversas, debates e situações em que o aluno vive uma experiência individual e/ou coletiva.

Por isso, o Anglo Chácara Santo Antônio, colégio em São Paulo, conta com o Sistema de Ensino Anglo para desenvolver o protagonismo e a autonomia dos alunos, assim como as demais competências socioemocionais (BNCC).

Além disso, para cumprir com a principal função da escola de formar pessoas que atuem desde cedo de forma crítica, com acesso a conhecimentos, com competências para construir uma compreensão das situações vividas e uma visão sobre os dilemas do mundo moderno, o colégio empreende em uma série de Projetos Educacionais ao longo do processo de aprendizagem. Conheça, agora, alguns dos projetos.

English Stars

O programa English Stars propõe uma formação bilíngue. Mas, além do ensino e aprendizagem do inglês, o programa desenvolve as quatro habilidades da língua (escuta, fala, escrita e leitura) de forma integral e com uma metodologia que tem como objetivo fornecer aos estudantes um ensino que proporcione o desenvolvimento das competências do século 21 apontadas pela BNCC.

O Líder em Mim

Esse é um programa com foco principal em desenvolver as competências socioemocionais dos alunos. Portanto, o aluno se torna protagonista não apenas do processo de ensino e aprendizagem, mas de todos os aspectos da vida. O programa promove a participação, a responsabilidade e a autonomia dos estudantes.

Vale ressaltar que o programa foi desenvolvido nos Estados Unidos, com base nos estudos de doutorado de Stephen R. Covey, autor do livro “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”. Para aplicação do programa no Brasil, os conceitos abordados pela obra foram adaptados à realidade educacional brasileira.

Mind Makers

O programa funciona por meio de uma metodologia ativa e de aulas super dinâmicas, incentivando os alunos a colocarem a mão na massa para desenvolverem as habilidades indispensáveis para os desafios do presente e do futuro.

As competências socioemocionais, portanto, impactam diretamente o aluno, sendo fundamentais para o presente e para o futuro da criança e do adolescente. Assim, o ambiente escolar deve estimular tais competências e preparar o estudante para o exercício da cidadania e o mercado de trabalho. Saiba mais sobre o Anglo Chácara Santo Antônio! Acesse, agora mesmo, o nosso site.

Quero visitar o site!

Postado porAnglo Chácara

Postado em22 de janeiro de 2021


Palavras chave:

Blog do Anglo

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

entre em contato

Entre em contato

Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

Termos de Uso|Política de Privacidade
Ligarclique para ligar